FGTS

Todo o trabalhar que atua no regime CLT, tem mensalmente 8% do seu salário depositado em uma conta, como forma de uma poupança que geralmente é resgatado no desligamento do empregado pelo atual empregador.

Pacientes com diagnóstico de doenças oncológicas tem o direito de solicitar o saque deste valor no momento do tratamento/diagnóstico. Este direito se estende a pessoas com dependentes na situação de pacientes.

O valor recebido pelo trabalhador será o saldo depositado durante todo o período de contribuição, ou seja, desde o primeiro mês do atual contrato de trabalho.

Onde solicitar: Basta se direcionar até uma agência da Caixa Econômica Federal.

Documentos necessários: Para fazer o resgate do valor, é necessário apresentar a carteira de trabalho, comprovante de inscrição no PIS/PASEP, laudo e atestado médico e comprovação da condição de dependência do portador da doença.

Regras para recebimento: O paciente não precisa ter a carteira de trabalho com registro de empregador no momento da solicitação de liberação do benefício. Basta ter saldo resultante de outras contratações. A solicitação de saque do FGTS pode ser feita mais de uma vez, enquanto tiver saldo.