Perguntas frenquentes

Existe um tempo mínimo para ejacular?

Não. O ato sexual se difere para cada pessoa e o tempo até a ejaculação envolve outros aspectos como excitação e ansiedade.

Como descobrir se tenho ejaculação precoce?

É considerada ejaculação precoce quando o evento se repete sempre ou quase sempre em um período muito curto, causando insatisfação sexual. A consulta com um urologista é a melhor forma de se obter um diagnóstico correto.

Apenas adolescentes têm ejaculação precoce?

Não. Apesar dos jovens terem menos experiência e confiança durante o sexo, qualquer um com vida sexual ativa pode ter ejaculação precoce. Os motivos são muito variados e pode ocorrer por ansiedade ou por doenças como a prostatite. O recomendado é procurar um urologista para identificar a causa e os possíveis tratamentos.  

Existe diferença entre ejaculação precoce e disfunção erétil?

Sim. A ejaculação precoce é um sintoma relacionado a questões emocionais e doenças e não permite um longo tempo de ereção. Já na disfunção erétil, que pode ser desencadeada pela ejaculação precoce, não é possível ter ereção em nenhum momento. Ambos levam o casal à insatisfação sexual.

Posso ter orgasmos mesmo com ejaculação precoce?

Sim. O orgasmo representa o ápice do prazer no ato sexual e não precisa estar ligado à ejaculação. Ele pode vir antes ou depois e até mesmo junto. Porém, como a ejaculação precoce ocorre em um período muito curto de penetração ou na falta dela, gera um desconforto que acaba por impedir o desenvolvimento da ação e interfere no aproveitamento do sexo, prejudicando o alcance do orgasmo.