Fatores de risco

O maior fator de risco é o contato sexual promíscuo sem proteção, que é caracterizado por pessoas que tiveram mais que quatro parceiros no último ano e não fizeram uso de preservativo.

Gestantes contaminadas também oferecem risco de transmitir a doença ao feto. Para algumas delas, como a AIDS, é possível receber um coquetel que inibe o contágio do feto com o vírus, além de passar pelo parto cesariana para evitar o contato com o sangue contaminado.