Novo medicamento para câncer de próstata é aprovado pela Anvisa

Novo medicamento para câncer de próstata é aprovado pela Anvisa

 

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) acaba de aprovar um novo medicamento para tratar o câncer de próstata. A apalutamida, uma droga desenvolvida pela farmacêutica Jansen, é indicada para pacientes que passaram inicialmente por radioterapia, hormonioterapia ou cirurgia e, após alguns meses, viram seu câncer voltar.

Nestes casos de recidiva, os protocolos indicam uma segunda rodada de hormonioterapia para cortar a ação da testosterona que alimenta o tumor. No entanto, alguns pacientes não se dão bem com esse plano B e continuam com o PSA elevado, marcador que indica a presença de câncer na próstata.

A apalutamida surge como opção de tratamento nessas situações, evitando a metástase óssea, comum a este tipo de câncer. O novo medicamento demonstrou diminuir em 72% o risco de progressão da doença ou de morte e proporcionou 40 meses de sobrevida livre de metástase, o que representa um ganho de dois anos quando comparado ao placebo (16,2 meses).

Outra vantagem do tratamento é a manutenção da qualidade de vida do paciente, decorrente do perfil favorável de segurança e de tolerabilidade da apalutamida, que apresenta poucos efeitos colaterais graves. Os eventos adversos no geral foram fadiga, hipertensão e erupções na pele, chamadas de rash cutâneo.

O câncer de próstata é o segundo tipo de tumor que mais afeta os homens e ainda mata 13 mil brasileiros todos os anos. O Instituto Nacional do Câncer (Inca) estima 68.200 novos casos da doença em 2018.

Lado a Lado pela vida

 

Como podemos ajudá-lo?

icone informações

Informações sobre todas as fases do tratamento em um só lugar

icone nada de boatos

Nada de boatos ou "Fake News". Conteúdo validado por especialistas

icone espaço para compartilhar

Espaço para compartilhar vivências e conhecer histórias como a sua

Galeria de vídeos

Biológicos e Biossimilares Biológicos e Biossimilares