Encontro inédito valoriza o papel do enfermeiro no tratamento do paciente oncológico

Encontro inédito valoriza o papel do enfermeiro no tratamento do paciente oncológico

 

"Esse encontro é um uma vitória da enfermagem oncológica brasileira, marca uma nova era dentro da nossa especialidade", afirmou Verônica Torel, enfermeira oncológica e membro do comitê científico do Click Câncer, na abertura do Primeiro Congresso Oncology Nursing Brazil, que acontece em São Paulo nos dias 10 e 11 de agosto. "Pela primeira vez temos um evento com a chancela da ONS (Oncology Nursing Society), a mais importante da área", enfatizou Verônica, também coordenadora do evento.

A abertura ficou por conta do Instituto Lado a Lado, representado pela presidente Marlene Oliveira e por pacientes que fazem parte da história da instituição. Neste ano, o Instituto lançou a plataforma Click Câncer, um espaço online voltado ao paciente em todas as fases da jornada contra a doença e construída pelos profissionais da equipe multidisciplinar oncológica. Assim como Verônica, a oncologista e paliativista do comitê científico do Click, Dra. Priscila Miranda, também participou da cerimônia de abertura.

"Vocês transformam a vida das pessoas que estão diante de um desafio de saúde, e não é só a saúde física, mas do ser humano como um todo", ressaltou Dra. Priscila para um auditório lotado. Ela, fundadora da Associação Presente de Montes Claros (MG), que acolhe pacientes carentes em tratamento oncológico, reforçou o papel fundamental da enfermagem no acolhimento, cuidado e conforto do paciente durante um processo terapêutico muitas vezes bastante agressivo.

 

 

Infelizmente, a dura realidade é que, apesar de tanto esforço, os enfermeiros e enfermeiras ficam com o papel de coadjuvantes no tratamento do câncer. "Isso acontece porque os médicos acabam levando todo o crédito pelo sucesso da cura, e a equipe de enfermagem não recebe o devido reconhecimento", afirma Marlene Oliveira.

"Nós estamos na linha de frente, estamos em maior numero nas instituições, então nós merecemos esse empoderamento. Hoje nos colocamos no lugar que deveríamos estar, porque nós somos a principal peça no cuidado do paciente oncológico", afirmou Verônica Torel.

Lisa Kennedy Sheldon, chefe clínica da ONS, também participou da abertura do evento. "Vocês sabem do poder da enfermagem de mudar vidas. Eu testemunhei o que as enfermeiras podem fazer. Elas transformam o que o poderia ser um momento assustador em um momento de esperança, de cura", destacou.

O encontro de dois dias com mais de 800 inscritos tem como objetivo promover a atualização dos enfermeiros oncológicos de acordo com as melhores práticas desenvolvidas nos Estados Unidos e também no Brasil. os temas a serem abordados foram trazidos do 43° Congresso realizado pela Oncology Nursing Society, realizado em junho passado, em Washington DC, tais como práticas avançadas e oncologia, oncogenética, oncogenômica, imunoterapia, terapias de suporte, avanços na medicina alterativa e controle de sintomas, entre outros.

"Este evento foi cuidadosamente planejado para atender às necessidades dos enfermeiros brasileiros, para que eles possam sempre fazer a diferença dentro do hospital", afirmou Verônica.

Lado a Lado pela vida

 

Como podemos ajudá-lo?

icone informações

Informações sobre todas as fases do tratamento em um só lugar

icone nada de boatos

Nada de boatos ou "Fake News". Conteúdo validado por especialistas

icone espaço para compartilhar

Espaço para compartilhar vivências e conhecer histórias como a sua

Galeria de vídeos

Biológicos e Biossimilares Biológicos e Biossimilares