Prevenção

Não há uma forma comprovada para prevenir a criptorquidia. Recomenda-se às mães evitarem alguns fatores que aumentem o risco, como cigarro, álcool e obesidade. No entanto, isso não garante que a criança não desenvolverá o problema.

É importante atentar-se para o diagnóstico precoce, que evitará maiores complicações, como esterilidade e o desenvolvimento de neoplasias. Exames durante a gestação e logo após o nascimento podem detectar o problema nos testículos.