Diagnóstico

O diagnóstico da criptorquidia é feito através da palpação do escroto logo após o nascimento do bebê. O médico saberá distinguir a criptorquidia do testículo retrátil. Neste segundo caso, ele é levado para o escroto com facilidade, mas pode voltar a se alojar na região próxima à raiz da bolsa. A normalização ocorre através dos estímulos hormonais, a partir dos sete ou oito anos de idade.

No caso da criptorquidia, o médico orientará a observação da condição até o primeiro ano de vida. Se não ocorrer a migração espontânea, indica-se a cirurgia – que deverá ser feita até aos 2 anos de idade.