Instituto Lado a Lado pela Vida faz ação para mais de mil pessoas em dia contra a hipertensão

Instituto Lado a Lado pela Vida faz ação para mais de mil pessoas em dia contra a hipertensão

O coração é a representação da vida e do amor e mantê-lo saudável é indispensável para o bem-estar do corpo. Umas das doenças que atingem o órgão é a hipertensão, e por isso, o Instituto Lado a Lado pela Vida marcou presença na campanha "Menos Pressão Mais Vida", organizada pela SBH (Sociedade Brasileira de Hipertensão), que atendeu mais de 700 pessoas no Parque Villa Lobos, em São Paulo.

Também na capital paulista, o Instituto esteve no Portão 7, clube para sócios do São Paulo Futebol Clube, em parceria com a Liga de Cardiologia de São Paulo, em uma ação que atingiu mais de 450 pessoas. As iniciativas aconteceram todas no dia 26 de abril, lembrado como Dia Nacional de Combate à Hipertensão, e contou com aferição de pressão, cálculo de IMC, teste de glicemia, orientação nutricional, atividade física e distribuição de material informativo.

"A parceria e o apoio entre as duas entidades é uma troca de experiências que resulta no nosso objetivo em comum: o bem-estar através da saúde" afirma Vera Farah, coordenadora da campanha Menos Pressão e parceira do Instituto.

Os cuidados com o coração já são o foco da campanha "Siga Seu Coração", realizada durante o Setembro Vermelho, pelo Instituto, onde o controle de alguns indicadores como estresse, IMC, circunferência da cintura, glicemia, colesterol e hipertensão, colabora para a prevenção das doenças cardiovasculares.

Pesquisas mostram que uma boa parte da população brasileira não se previne e ainda cultiva maus hábitos. Além do sedentarismo, o estresse e a obesidade, são fatores de risco para a hipertensão e outras doenças do coração. De acordo com o IBGE, 70% da população ativa economicamente sofrem da doença.

O nefrologista e membro da SBH, Dr. Fernando Almeida, explica que a doença é assintomática e as alterações serão mais perceptíveis no futuro, trazendo maiores complicações para o estado de saúde. Ele também alerta sobre a importância das campanhas, "Ações como essa ajudam a população a lembrar sobre a necessidade da prevenção. E esperamos que depois de orientados pelos profissionais, eles busquem uma mudança de comportamento e levem essa nova atitude para os amigos e familiares".