Instituto Lado a Lado e Grupo EcoRodovias em parceria pelo Dia Mundial de Combate ao Câncer

Instituto Lado a Lado e Grupo EcoRodovias em parceria pelo Dia Mundial de Combate ao Câncer

Na manhã desta sexta-feira, 3, os funcionários do Grupo EcoRodovias, em São Bernardo do Campo, tiveram a oportunidade de esclarecer dúvidas sobre fatores de risco e prevenção do câncer com o oncologista, membro do Comitê Científico do Instituto Lado a Lado Pela Vida, Ricardo Carvalho. A palestra faz parte das ações do Instituto para o Dia Mundial de Combate ao Câncer, celebrado no dia 4 de fevereiro.

"Nós podemos, eu posso" é o tema da campanha deste ano que faz um alerta para ações e atitudes que podemos tomar para reduzir os números alarmantes da doença. Segundo dados da OMS, até 2030 os casos de câncer devem dobrar, a previsão é de que quase 21,4 milhões de novos pacientes sejam diagnosticados por ano.

"Trata-se, realmente, de uma epidemia", afirmou o Dr. Ricardo Carvalho na palestra. "Com o aumento da expectativa de vida e o envelhecimento da população, as pessoas estão se expondo por mais tempo aos fatores externos que aumentam o risco da doença", explicou. A boa notícia, segundo ele, é que, apesar da maior incidência, há, cada vez mais, melhores chances de cura.

"Nos últimos 25 anos, conseguimos reduzir a mortalidade por câncer em 25%. Se pegarmos o câncer de próstata e mama esse número sobe para 90%", afirmou. Para ele, isso é resultado de avanços nos tratamentos e de uma mobilização da população e instituições para promover a conscientização e a busca por informações. "Hoje as pessoas já estão mais conscientes da importância de realizar exames de rastreio, por exemplo".

O público que acompanhou o bate-papo pode se informar sobre os principais fatores ambientais associados ao risco de câncer - responsáveis por 90% dos casos da doença - em sua maioria relacionados a hábitos de vida. "O cigarro é hoje é principal causa evitável de câncer." Segundo o oncologista, quem fuma até 15 cigarros por dia tem um risco oito vezes maior de desenvolver algum tipo de câncer do que quem não fuma.

Além do tabagismo, o especialista também ressaltou a importância de uma alimentação saudável, com consumo menor de carnes vermelhas, gordura animal, embutidos e industrializados, e com a ingestão mais frequente de verduras e fibras. "Quanto mais colorido o prato, melhor", frisou.

Outros cuidados importantes são os exames de rotina e a vacinação contra o HPV. A infecção pelo Vírus do Papiloma Humano está relacionada a 70% dos casos de câncer de colo de útero e aumenta a incidência de câncer de boca e garganta.

Andrea Gomes Mingorance, médica do trabalho que organiza ações deste tipo na empresa, destacou a importância de levar temas como este, focados em prevenção, para o ambiente profissional. "Muitas vezes, por falta de tempo, as pessoas deixam de prestar atenção a essas questões. Quando trazemos o assunto para o ambiente de trabalho é uma oportunidade de esclarecer dúvidas e até mesmo de abrirmos um espaço para o funcionário buscar nossa assistência".

A empresa, que também já realizou ações no Outubro Rosa e Novembro Azul, pretende continuar a parceria com o Instituto Lado a Lado para fortalecer o trabalho de saúde e qualidade de vida dentro da empresa.

Dia Mundial de Combate ao Câncer

Além da palestra e distribuição de material informativo, o Instituto Lado a Lado Pela Vida realizou um bate-papo ao vivo com o oncologista Ricardo Carvalho e o estudante de medicina e criador do site www.combateaocancer.com.br , Carlos Vasconcelos, no Facebook. Assista!