Limite a quantidade de café ingerido por dia e proteja seu coração

Limite a quantidade de café ingerido por dia e proteja seu coração

Novo estudo aponta que consumo em excesso aumenta risco para doenças cardiovasculares. A boa notícia é que cientistas determinaram a quantidade ideal


Seu dia só começa depois de uma xícara de café? Você perde as contas de quantas xícaras toma diariamente? Os benefícios dessa bebida admirada por muitos de nós são conhecidos. Mas um novo estudo realizado pela University of South Australia mostra que o consumo exagerado de café pode aumentar o risco para doenças cardiovasculares. E sim, há uma quantidade "mágica" que você pode consumir sem prejudicar seu coração e ela não é tão baixa assim: 5 xícaras por dia.

O artigo " Long-term coffee consumption, caffeine metabolism genetics, and risk of cardiovascular disease " (Consumo de café a longo prazo, genética do metabolismo da cafeína e risco de doença cardiovascular, em tradução livre), publicado em março no "The American Journal of Clinical Nutrition", pesquisou a relação entre o consumo de café e as doenças cardiovasculares, determinando quando o excesso de cafeína passa a causar pressão alta. 

Segundo os pesquisadores, a partir de 6 xícaras por dia a cafeína passa a afetar negativamente o risco cardiovascular. A pesquisa aponta que beber 6 ou mais xícaras aumenta o risco em até 22%.

Para realizar o estudo, a equipe da universidade australiana usou dados de 347.077 pessoas entre 37 e 73 anos, retirados do UK Biobank. Os pesquisadores também investigaram se as pessoas portadoras do gene CYP1A2, que metabolizam cafeína 4 vezes mais rápido do que não portadores, poderiam ingerir mais cafeína sem prejudicar a saúde. Mas, segundo os resultados, o limite é o mesmo para ambos.

Estudos anteriores apontaram que o consumo de café moderado traz benefícios para a saúde do coração. Em 2017, um estudo da Universidade de Edimburgo apontou que os consumidores de 3 xícaras por dia experimentam um menor risco de doença cardíaca e alguns tipos de câncer. Outra pesquisa mostou que beber café também diminui o risco para diabetes tipo 2. A boa notícia é que não precisamos cortar a bebida da nossa dieta, mas é preciso consumir moderadamente.