Como resistir e manter o peso no inverno?

Como resistir e manter o peso no inverno?

Com o frio e as baixas temperaturas, o comércio corre para oferecer chocolates quentes, fondue, rodízios de sopas; é um festival de pratos saborosos, quentinhos e calóricos. Manter o peso durante esses meses pode ser uma tarefa muito difícil. A sensação de frio gera o "metabolismo de inverno" - estudos relacionam o aumento de peso com a estação do ano.

A nutricionista Thaís Cardenas, integrante do Comitê Científico do Instituto Lado a Lado pela Vida, explica que a mudança de temperatura pode gerar um "estresse" para o organismo e por isso sentimos mais fome no inverno. Além disso, a prática de atividades físicas, principalmente ao ar livre, costuma diminuir.

Uma nova estação pede novos hábitos. Em entrevista ao Instituto, a especialista dá dicas de como se alimentar bem sem perder o controle da balança e adaptar a gastronomia e as atividades para essa época do ano.  

 

Instituto Lado a Lado pela Vida - Em regiões mais frias do mundo as pessoas não aparentam ser mais obesas. Então por que engordamos quando chega o inverno?

Thaís Cardenas - As pessoas que vivem em regiões mais frias se adaptam à situação de estresse constante e não há alteração brusca no consumo de calorias. Por isso não há, consequentemente, ganho excessivo de peso. Normalmente são locais com menos luz nessa estação, as pessoas ficam em suas casas e parecem ter um nível de sono com maior tempo e qualidade, o que pode ajudar na regulação metabólica.

 

LAL - Como trocar as bebidas como chocolates quentes por outras mais saudáveis que mantenham a mesma sensação de conforto?

Thaís Cardenas - Procure por bebidas quentes com opções de ingredientes com menos gordura, um leite desnatado, um chocolate em pó sem açúcar, acrescente uma canela e ficará uma delícia. Não exagere na frequência, alterne com chás, que possuem variedade bastante grande e trazem aquela mesma sensação de calor!

 

LAL - Quais são os principais hábitos alimentares que devemos evitar no inverno?

Thaís Cardenas - Devemos evitar aqueles hábitos preguiçosos de fugir da academia, ficar em casa (a comida está ao nosso alcance!) sem querer se movimentar. Já sabemos que a atividade física tem papel fundamental em nossa saúde, tanto no verão quanto no inverno.

 

LAL - Preciso beber a mesma quantidade de água no inverno que no verão?

Thaís Cardenas - Sim, a necessidade não muda, mas talvez tenhamos menos sede que no inverno, por não perdermos tanta água pelo suor. De qualquer forma, a quantidade deve ser mantida e o fato de não termos sede não deve ser o hábito dominando para ficarmos longe do copo de água. Tente observar o seu consumo no inverno!

 

LAL - Posso trocar a água pelo chá quente?

Thaís Cardenas - Sim, só preste atenção quanto à forma de adoçá-lo, pois podemos acrescentar calorias que não existiriam se a opção fosse a água. Mas o chá tem muitos benefícios se preparado de forma adequada, além de ser um bom motivo para reunir os amigos e papear um pouco.

 

LAL - Saladas e legumes frescos não são muito atrativos no inverno. Qual a saída para ingerir as vitaminas necessárias?

Thaís Cardenas - Transformar saladas e legumes em atrativos, ou seja, pensá-los na forma aquecida, refogada, em forma de cremes e caldos. Tente cozinhá-los e aproveitar a mesma água para fazer os cremes. Acrescente vegetais folhosos picados como couve, espinafre, brócolis. Podemos substituir usando criatividade e escolhendo adequadamente os ingredientes. O mesmo acontece com as frutas, sobremesas com frutas cozidas quentes são uma ótima opção.

 

LAL - Tem alguma atividade física mais recomendada nesse período?

Thaís Cardenas - Não há atividade física específica, mas procure manter seus hábitos e vencer a preguiça. Lembre-se de alongar e aquecer antes, não use roupas tão pesadas durante a atividade física e hidrate-se constantemente, pois nessa época o tempo é bastante seco!